É em novembro que Bariloche se torna a cidade ideal para quem quer conhecer as belezas naturais da Argentina, e não quer, necessariamente, enfrentar a neve.

A cidade muda tanto que mais parece um cartão postal de bosques e lagos tão verdes e azuis que mais parecem de mentira.

A verdade é que muita gente pensa em Bariloche apenas no inverno e nos meses frios, como maio e outubro, mas é em novembro que a cidade está no ápice da primavera e, desta forma, não há gelo à vista, ou seja, não há tanto frio para se preocupar.

Importante lembrar que Bariloche em novembro é baixa temporada.

Isso significa que é um excelente momento para fazer a sua reserva na hospedagem que preferir, pois, o turismo fica em baixa nesse mês. As pessoas, em sua maioria, preferem os meses mais quentes ou mais frios.

O mesmo pode ser dito dos restaurantes e atrações turísticas, que se tornam ainda mais atrativos por não contarem com filas de espera ou espaços sempre cheios de turistas.

Por isso, se você ainda não sabe se novembro é um bom mês para conhecer Bariloche, veja a seguir 6 dicas que preparamos sobre o que fazer na cidade!

O que fazer em Bariloche em novembro?

Ressaltamos que as recomendações abaixo são só sugestões (como outras no site).

Se tiver alguma outra recomendação, deixe um comentário abaixo.

1. Como é o clima de Bariloche em novembro

bariloche em novembro

Créditos: Alejandro Villar (Flickr)

O inverno já foi embora faz tempo no mês de novembro em Bariloche.

Apesar de esta cidade nunca ser quente o suficiente para que você possa caminhar por ela de regate e bermuda, há grande diferença entre este mês e julho, por exemplo.

Agora os dias são mais quentes, podendo atingir temperaturas máximas de até 16 °C, o que significa que apenas casacos leves serão o suficiente para você bater perna por toda a região.

Mas, se for em algum passeio no meio da natureza ou em seus montes, é bem provável que o clima seja mais frio.

As noites, estão de acordo com uma cidade próxima à Cordilheira dos Andes, o que significa que elas parecem bem invernais: 3 °C podem ser sentidos em algumas noites.

Por outro lado, a cidade ganhou cores que no inverno jamais pensariam em aparecer. As florestas estão mais verdes e os lagos, descongelados em sua maioria, o que significa que as cores vão das águas negras às azuis e cristalinas.

Para completar, as flores dominam o cenário em estradas, canteiros centrais no meio da cidade, nas hospedagens e seus jardins, e nos parques, os quais você poderá visitar tranquilamente.

2. O que levar e como organizar as malas para curtir o mês

Organizar a mala para uma viagem a Bariloche não é uma tarefa tão simples.

A cidade te proporcionará belos dias de sol, que se põe depois das 20:00 horas, mas que traz consigo uma luz fraca diante dos ventos sempre presentes. Com eles vêm o frio.

Portanto, em sua mala para passar o mês de novembro em Bariloche, você não precisará mais de segunda pele, mas é uma ótima ideia levar meias, toucas e luvas de lã, cachecóis, casacos quentes, calças jeans e vestidos longos, além de veludo.

Nos pés, apesar de ser um mês mais quente, não são tão recomendáveis tênis de caminhada, pois eles podem conter microfissuras que fazem o seu pé respirar.

Caso ande por uma trilha cujo chão esteja molhado, seus pés ficarão encharcados e gelados. Botas parecem mais sensatas em Bariloche.

3. Conheça as datas comemorativas para aproveitar ainda mais o mês de novembro

cidade de bariloche a noite

Créditos: Paul (Flickr)

Há apenas um feriado, em 19 novembro, Dia da Soberania Nacional.

Veja, então, se atrações turísticas, lojas e restaurantes funcionarão normalmente nesse dia. Caso não estejam abertos, talvez seja melhor você se programar para ir antes ou depois dessa data, para não perder nenhum momento.

No final do mês, a cidade começa a se preparar para o Natal, então as decorações surgirão gradualmente, assim como os cardápios diferenciados e as agendas abertas a reservas.

É uma ótima oportunidade para fazer compras.

4. O que comprar e onde ficam os melhores lugares de Bariloche

Justamente porque em novembro é baixa temporada em Bariloche, a proximidade do Natal é uma oportunidade e tanto para encontrar presentes para aquelas pessoas especiais.

Seja na Rua Mitre, no centro da cidade, ou em algumas de suas paralelas e travessas, você vai achar lojas de roupas, lembrancinhas, vinhos e chocolates. Haverá opções para todos os gostos e bolsos.

Outra ideia é visitar uma de suas cidades vizinhas, como Colonia Suiza ou Villa la Angostura, as quais são, além de belíssimas, grandes exemplos de arquitetura, com lojinhas típicas com artesanato e guloseimas da região andina e patagônica.

5. Aproveite o inesquecível restaurante Cassis

restaurante Cassis

Créditos: Cassis (site oficial)

Com uma grandiosa estrutura em madeira e largas janelas para que você possa apreciar a vista do Lago Gutiérrez, o restaurante Cassis é uma referência em Bariloche, tanto por seu visual quanto por seu cardápio exclusivo.

Os produtos e temperos homenageiam a cultura europeia, mas tudo o que você poderá saborear terá gosto da região andina, como as trutas e o salmão, além dos pães patagônicos.

Para completar, o campo argentino também é uma influência aqui.

Aberto desde 2006, o Cassis traz a assinatura do casal Mariana e Ernesto, que também oferecem em seu estabelecimento os vinagres produzidos no próprio local, dentre eles o de sabor que leva o nome do restaurante, cassis, que no Brasil é conhecido como groselha negra.

Uma dentre ótimas opções da cidade.

6. Que tal uma pequena aventura cavalgando?

Se há uma experiência esportiva única que você poderá fazer em Bariloche em novembro, além de curtir a natureza, é cavalgar por lá.

Esta é uma prática bastante utilizada pelos moradores da região, dentre os quais estão os criadores e treinadores de cavalos.

Seja à beira de um lago ou no em cima das montanhas, cavalgar poderá deixar a sua viagem com uma memória especial, pois este meio de condução e esporte é muito apreciado justamente pelo conjunto que resulta na beleza dos animais e dos cenários em seu entorno.

É bem provável, também, que você encontre por experiências além da cavalgada, pois as agências que proporcionam este passeio, incluem paradas em restaurantes-fazenda no meio do caminho, com o intuito de te deixar ainda mais apaixonado pela natureza de Bariloche e seu entorno.

Onde Reservar Passeios e Serviços com os Melhores Preços?

Organizando sua viagem para a Argentina? Quer economizar na compra dos ingressos para as atrações?

A Civitatis é uma agência de viagens online especializada em passeios e experiências em diversas cidades do mundo todo – 100% confiável.

Além de oferecer centenas de ingressos diferentes (inclusive excursões GRÁTIS), ela consegue um preço único e abaixo do mercado para que você conhecer os principais passeios – com IOF incluso e cancelamento grátis até 48 horas antes da data marcada.

Para te ajudar, a empresa está com promoções relâmpago e com descontos específicos!

Atenção: se quiser garantir o seu desconto, não demore. A promoção irá terminar em 25 de setembro de 2020.

Clique no botão abaixo e reserve agora uma disputada entrada – sem ter que pegar fila na hora.

Neva em Bariloche no mês de novembro?

Não neva em Bariloche no mês de novembro, o que significa que você encontrará uma cidade muito mais voltada à prática de passeios relacionados a bosques e lagos, ao invés do gelo.

Por ser o meio da primavera, é a hora de você aproveitar as belezas naturais que geralmente ficam escondidas no inverno.

Denis

Denis

Sou apaixonado por turismo e cinema, crítico de cinema e publiquei um livro sobre intercâmbio em Londres. Quer conhecer o mundo? Eu te levo!

Wow look at this!

This is an optional, highly
customizable off canvas area.

About Salient

The Castle
Unit 345
2500 Castle Dr
Manhattan, NY

T: +216 (0)40 3629 4753
E: hello@themenectar.com