A magia de uma cidade como Bariloche está em sua capacidade de ser interessante o ano inteiro.

Em outubro, não há mais inverno por lá, mas os resquícios podem ser encontrados, principalmente nas montanhas de seu entorno. No restante da região, as cores da primavera começam a surgir.

Por ser muito visitada no inverno, e ainda mais no verão, esta meia estação é a prova perfeita de como é possível se divertir muito por lá e ainda ter a vantagem de encontrar ambos os lados do tempo, pendendo mais para o frio, é claro.

Outra vantagem de se conhecer a cidade nesta época do ano é a baixa demanda em seus hotéis, restaurantes e atrações turísticas e naturais.

Não há tantas pessoas à procura de Bariloche em outubro e isso barateia algumas questões da cidade, começando pelas passagens aéreas.

Se você ainda tem dúvidas sobre como Bariloche pode ser atrativa nesse período, veja a seguir 8 motivos para viajar nessa época.

O que fazer em Bariloche em outubro?

Lembrando sempre que essas são algumas dicas e sugestões.

Existem outras atrações/passeios que podem ser feitos. Você pode conferir aqui no site e também deixar sua sugestão nos comentários.

1. Como é o clima de Bariloche em outubro

bariloche em outubro

Créditos: Luiz Felipe Sahd (Flickr)

Enquanto o inverno pode ser bastante rigoroso em Bariloche, atingindo mínimas de -15 °C, a primavera começa com as cores reaparecendo depois de um longo período encobertas pela neve.

Um dos melhores exemplos disso é a presença constante do sol, apesar de que isso não significa que as temperaturas aumentem tanto.

Elas chegam a apenas 10 °C em outubro. Os dias são mais longos, tendo o luar dominando por completo a partir das 20:00 horas.

Por outro lado, as temperaturas mínimas ficam em 0 °C com facilidade.

Ou seja, é um início de primavera frio e com noites ainda mais geladas. Com as roupas corretas, certamente seus momentos serão inesquecíveis.

2. O que levar e como organizar as malas para curtir o mês

Se em Bariloche o mês de outubro traz uma primavera ainda pálida diante de seu potencial, é justamente com o frio de lá que você pode se encontrar e ser feliz.

Este é um mês de fácil aproveitamento de uma cidade mais vazia e ainda fria o suficiente para te lembrar do inverno.

Desta forma, suas malas precisam ser quentes o suficiente para não te deixarem na mão.

Lembre-se de levar roupas de tecidos grossos e térmicos, como segunda pele, veludo e alguns jeans. Para os pés, não hesite em levar dois pares de bota, pelo menos.

Vestidos longos, cachecóis, toucas, camisas, casacos pesados, luvas, meias de lã e os outros diversos tipos de vestes que você tiver e puder dispor para se esquentar.

Por cima de sua roupa de frio, o recomendável é que tenha uma calça e outro casaco impermeável, daqueles fofos, do jeito que você vê as pessoas na neve.

Aliás, é bem provável que em alguns montes de Bariloche você encontre neve, como o Tronador e o Catedral.

3. Conheça as datas comemorativas para aproveitar ainda mais o mês de outubro

dia das raças na argentina

Créditos: Kaden Sites (Flickr)

Não há feriados específicos em outubro.

O país comemora, no dia 15, o Dia do Respeito à Diversidade Cultural.

Em Bariloche, é o mês ideal para fazer turismo sem correr o risco de ter a experiência interrompida pelo fechamento de lojas e atrações.

4. O que comprar e onde ficam os melhores lugares de Bariloche

Justamente porque tudo estará aberto, o mês de outubro em Bariloche é quando as lojas fazem diversas liquidações de inverno, o que é perfeito para comprar roupas feitas na região de tricô e lã, por exemplo.

Além disso, o centro da cidade traz a Rua Mitre e suas diversas opções de lojas de todos os tipos, as quais incluem lembrancinhas, de chocolate e vinhos argentinos.

É um bom lugar, também, para apreciar a arquitetura de uma cidade tão turística que muitas vezes acaba passando batido, sobre a experiência de se viver por ali.

5. Conheça Brazo Tristeza em uma pequena viagem

brazo tristeza

Créditos: Emprotur – Bariloche Argentina (Flickr)

A 25 km de Bariloche está uma das vistas mais impressionantes que você poderá ter em sua viagem, em Brazo Tristeza.

Trata-se de um passeio em um lago, cuja visão será de baixo para cima diante Cerro Tronador, o monte impressionante que abriga um vulcão adormecido e faz divisa com o Chile.

O passeio continua.

Após algumas dezenas de minutos navegando, você vai chegar à terra, onde poderá descer e fazer uma trilha no bosque local, bastante denso.

O final da trilha é a visão da Cachoeira do Arroio Frey, uma queda tão antiga quanto o restante da quase intocada natureza daquela região.

6. Aproveite o inesquecível restaurante Família Weiss

De origem alemã, o restaurante Família Weiss é simplesmente imperdível.

De fora, a construção rústica se diferencia das demais pela adesão de madeiras, dando um tom mais interiorano ao local.

O cardápio não é diferente.

Pratos dos mais variados tamanhos são ofertados com o melhor da culinária alemã, o tempero andino e patagônico também conversa diretamente com o cliente.

O resultado são delícias como a truta defumada, fondue de queijo, cordeiro, salmão com alcaparras e bife de chorizo.

Sua estrutura é elegante, com mesas e cadeiras confortáveis e intimistas, as quais proporcionam experiência única ao visitante, algo que com certeza você sentirá em sua viagem.

7. Que tal uma pequena viagem pelo Cruce Andino?

cruce andino

Créditos: Turisur (Flickr)

Não existe experiência mais imersiva na Patagônia do que realizar o Cruce Andino, o cruzeiro que atravessa da Argentina para o Chile, e vice-versa, em uma pequena viagem nada menos do que deslumbrante.

Você passará pela Cordilheira dos Andes e atravessará sobre a terra e sobre três lagos, indo de barco e ônibus até completar o trajeto.

Para isso, você compra um ingresso e pronto. Seu trajeto é todo feito com segurança e conforto, sem que precise se preocupar com perrengues. Eles não existem.

O resultado é uma experiência mágica, que mergulha na natureza intocada da região e te faz perceber como a América do Sul esconde passeios sensacionais.

8. Explore as redondezas da cidade para descobrir paisagens inesquecíveis

Do aeroporto internacional de Bariloche até Cerro Tronador, de Cerro Otto até o Lago Perito Moreno.

Há particularidades no entorno da cidade que fazem sua viagem valer ainda mais a pena enquanto você as descobre.

Permita-se bater perna pelo centro, mas também andar de ônibus, alugar um carro ou pegar um táxi. Ouça os moradores e o pessoal que trabalha com turismo, mas tente fugir um pouco do convencional.

Quem sabe você não descobre uma cafeteria especial ou a vista mais espetacular de todas, mas ainda escondida do grande público. É o que dizem: quem tem boca…

Leia tambémComo Chegar em Bariloche? As 5 Formas Preferidas dos Viajantes

Onde Reservar Passeios e Serviços com os Melhores Preços?

Organizando sua viagem para a Argentina? Quer economizar na compra dos ingressos para as atrações?

A Civitatis é uma agência de viagens online especializada em passeios e experiências em diversas cidades do mundo todo – 100% confiável.

Além de oferecer centenas de ingressos diferentes (inclusive excursões GRÁTIS), ela consegue um preço único e abaixo do mercado para que você conhecer os principais passeios – com IOF incluso e cancelamento grátis até 48 horas antes da data marcada.

Para te ajudar, a empresa está com promoções relâmpago e com descontos específicos!

Atenção: se quiser garantir o seu desconto, não demore. A promoção irá terminar em 25 de setembro de 2020.

Clique no botão abaixo e reserve agora uma disputada entrada – sem ter que pegar fila na hora.

O que levar na mala para Bariloche em outubro?

Leve roupas quentes e que te proporcionem uma boa proteção contra o frio.

Apesar de já ser primavera, as temperaturas máximas costumam chegar apenas nos 10 graus, e as mínimas podem ficar em 0 grau.

Toucas, luvas e meias de lã devem te ajudar a se proteger, mas existem roupas especiais, térmicas, que servem ainda melhor nos dias mais frios.

Caso não queira comprar ou não as encontre, não se preocupe. É possível alugá-las em Bariloche.

O que aproveitar em Bariloche no mês de outubro?

Aproveite os montes que a cidade e seu entorno têm, como o Tronador, Otto e Catedral.

Neles você encontrará desde estações de esqui, que podem ou não estar funcionando, até vistas espetaculares de toda a região.

Visite os lagos da região e faça até mesmo pequenas viagens, além de se aventurar por seus restaurantes, que guardam cardápios sensacionais.

Denis

Denis

Sou apaixonado por turismo e cinema, crítico de cinema e publiquei um livro sobre intercâmbio em Londres. Quer conhecer o mundo? Eu te levo!

Wow look at this!

This is an optional, highly
customizable off canvas area.

About Salient

The Castle
Unit 345
2500 Castle Dr
Manhattan, NY

T: +216 (0)40 3629 4753
E: hello@themenectar.com