Uma viagem a Buenos Aires é como se você unisse o melhor da Europa e América Latina em um único lugar.

A cidade é repleta de atrações que misturam culturas antigas, com forte influência inglesa, italiana e espanhola, mas não deixa de ter sua própria personalidade.

Aliás, é justamente por conta dessa mistura que a capital da Argentina recebe tantos turistas.

Tudo isso funciona muito bem porque os bairros conseguem se distinguir entre si, ou seja, cada um parece ter uma parte própria dessa mistura entre a Europa e América Latina.

Onde Ficar em Buenos Aires? Guia Completo de Onde se Hospedar na Capital Argentina

Parece difícil imaginar que uma cidade latina como Buenos Aires tenha bairros com personalidades tão distintas, mas isso é tão real quanto suas histórias.

Como qualquer metrópole, seus bairros nasceram à base de trabalho de imigrantes, que encontraram em cada canto da cidade os recursos que precisavam e a terra para fazer suas famílias crescerem.

O tempo passou e, felizmente, cada bairro manteve suas características. Ao invés de sofrer com o crescimento gigantesco do final do século XX, Buenos Aires só teve a ganhar.

Isso foi possível porque o turismo já estava estabelecido. Por isso há tanta história em volta de suas diferentes regiões.

Enquanto você planeja onde ficar em Buenos Aires, que tal conhecer um pouco mais sobre os bairros mais procurados por quem se hospeda na Argentina?

1. Recoleta

Recoleta é o bairro mais procurado em Buenos Aires por quem quer ficar fora do centro da cidade.

Sua localização é excelente, no nordeste da cidade, próximo ao Aeroparque, com diversos meios de transporte a serviço da região, como é o caso da Estação Facultad de Derecho do metrô.

Muita gente vai até o bairro para conhecer sua riqueza em arte, cultura e lazer. Há muitas atrações por lá que encabeçam a lista dos lugares mais procurados para se conhecer na Argentina.

Para começar, a Livraria El Ateneo é considerada uma das mais belas do mundo. O título, que inclui lugares famosos da China, Estados Unidos e Europa, marca este cenário por sua gigantesca beleza do que foi um dia, um teatro e hoje abriga uma livraria.

Lugares como a Praça Francia, Igreja Nossa Senhora do Pilar e Faculdade de Direito apresentam ao turista uma cidade tão antiga quanto cosmopolita, o que se traduz em Recoleta justamente por sua importância histórica.

Enquanto isso, o Museu Nacional de Belas Artes, Cemitério da Recoleta, Centro Cultural Recoleta e Biblioteca Nacional formam um conjunto de edifício muito próximos uns dos outros, cada quais com suas respectivas importâncias para a cidade.

Assim, o turista tem opções tão variadas quanto expandidas do que visitar. Apesar de estar consideravelmente distante do centro, o metrô corta qualquer tentativa de isolar o bairro como algo que ocupa muito tempo para ser visitado.

Desta forma, além desses grandes monumentos e lugares para se conhecer, além da imponente e poética Floralis Genérica, você vai encontrar um bairro requintado no qual se hospedar pode ser tão interessante quanto confortável.

2. San Telmo

Este é o bairro que mais conta com tradição em Buenos Aires, pois é antigo e traz consigo a cultura de moradores que ultrapassam gerações em suas casas.

Entretanto, San Telmo também é um bairro moderno, por conta de seus restaurantes e cafeterias, em diversas esquinas, ou escondidos em meio às construções clássicas de mais de cem anos.

Desta forma, os casarões combinam muito bem com as diversas hospedagens disponíveis tanto como hotéis quanto como pousadas.

O que torna San Telmo tão atraente não está em suas calçadas, mas sim na rua e em um lugar específico. É por lá que existe uma feira ao ar livre somente de antiguidades, cujos artigos precisam ter 70 anos ou mais para estar ali.

Outro fator que determina a preferência de muita gente que escolhe San Telmo para conhecer e ficar é o seu mercado, com artigos artesanais em diversos quiosques, enquanto alimentos e a deliciosa cafeteria principal estão em outros.

Quer conhecer a famosa personagem Mafalda? Também está em San Telmo.

Ou seja, é um lugar que você busca conhecer quando quer saber mais sobre as raízes de uma cidade ou descobrir o que ela tem de melhor. Em San Telmo você vai encontrar tudo isso e muito mais.

É um bom bairro para considerar, em sua pesquisa por onde ficar em Buenos Aires.

3. Palermo

Conhecido por abrigar diversos pontos turísticos da cidade, Palermo é o maior bairro de Buenos Aires. Por isso, muita gente o escolhe para se hospedar, pois, conta com excelente rede hoteleira e predomina a vontade de não sair dali.

Pois, além de grande, a quantidade de atividades que você vai encontrar por lá é admirável, como uma pequena cidade. Para você conhecer um pouco mais sobre essa região, saiba que há duas subdivisões de Palermo: Soho e Hollywood.

Na primeira parte, Palermo Soho, você vai encontrar diversas ruas com lojas sofisticadas e também alternativas, pois a mistura é tão boa quanto a sua versatilidade para roupas nacionais e importadas pode ter.

Já Palermo Hollywood ganhou essa denominação porque é por ali que estão os grandes restaurantes da região, além do movimento noturno ser maior e, dessa forma, se tornar sedutor o suficiente para que você queira ficar por ali em boa parte de seus dias.

O bairro, em sua totalidade, também ganha destaque por contar com os irresistíveis Bosques de Palermo. A partir da Plaza Italia, você traça uma reta, que pode fazer a pé, com diversos pontos voltados à natureza.

Jardim Botânico, Jardim Japonês e El Rosedal são simplesmente deslumbrantes, e podem ser aproveitados durante vários dias, além do Museu Evita, que, além de contar com a vida da grande Eva Perón, também tem um dos restaurantes mais interessantes da região.

4. Puerto Madero

A região de Puerto Madero esteva abandonada por anos, pois foi uma área portuária que se degradou com o passar do século XX. Nos anos 90, porém, uma onda de investimentos tomou conta do bairro e o transformou no que é.

Puerto Madero é o bairro mais moderno e requintado de Buenos Aires. À beira do Rio de la Plata, suas construções dão espaço a mansões e apartamentos gigantescos, nos quais estão celebridades e políticos.

Além disso, os restaurantes da região são a seleção mais interessante da cidade, pois após a retomada, diversas cozinhas de chefs famosos se instalaram por ali, assim como casas de show especializadas em tango.

Por ser um bairro planejado, você não vai precisar de muito para caminhar e encontrar suas diversas hospedagens, as quais costumam ser mais caras, apesar de terem infraestrutura de primeira.

Comer bem, à beira-rio, com uma reserva ecológica à sua disposição, podem não ser, ainda, o suficiente para você considerar se hospedar nesse bairro, mas o cassino e a proximidade com o centro e com o metrô devem te seduzir.

5. Villa Crespo

Este é um pequeno bairro localizado ao lado de Palermo, cujo tamanho é bem menor, assim como o movimento, mas que guarda muito bem seus segredos somente para quem for conhecê-lo.

Villa Crespo começou sua história em 1880, mas hoje em dia ainda se mantém pequeno, organizado e tranquilo, com excelentes restaurantes, os quais não costumam ficar cheios.

Além disso, você encontra cafeterias e as maravilhas das compras em outlets, que aqui encontram espaço tanto para as marcas nacionais, quanto para importadas, como Cacharel e Christian Dior.

Ou seja, para muita gente vale a pena se hospedar em Villa Crespo porque o bairro é discreto, sem grandes centros comerciais e turísticos, influenciando diretamente os visitantes mais tranquilos.

Mesmo assim, é muito fácil chegar ao centro de Buenos Aires, tanto de ônibus quanto por transporte ferroviário, ou, se preferir, de Uber.

Se gosta de tranquilidade, Villa Crespo é uma ótima opção de onde ficar em Buenos Aires.

6. Microcentro

O centro de Buenos Aires, ou o Microcentro, é o lugar no qual a maioria dos turistas escolhe para ficar na cidade, pois é muito próximo de grandes pontos turísticos, como o Obelisco, Casa Rosada e Avenida de Mayo.

Desta forma, é muito fácil compreender, também, que o centro conta com diversos restaurantes, cafeterias e, é claro, transporte público em larga escala.

Por isso, ao viajar para Buenos Aires, pesquise sobre as dezenas de hospedagens que há por ali, pois muitas delas contam com estrutura antiga, o que se torna desconfortável se você busca por requintes como ar-condicionado, etc.

Ao mesmo tempo, em que ficar no centro há diversos pontos positivos, há também o detalhe de que é sempre cheio, então os hotéis são mais requisitados, assim como restaurantes e cafeterias.

Ou seja, se hospedar no Microcentro é uma questão de gosto.

Se não se importa com a multidão nas ruas o tempo inteiro, assim como o som do trânsito, eis um excelente lugar para conhecer mais. Tudo está a poucos passos de distância.

7. La Boca

Pode parecer fora do grande circuito turístico, sobretudo quando o assunto é o melhor lugar para se hospedar em Buenos Aires, mas La Boca tem grandes vantagens.

Por estar distante do centro, você não encontrará a típica muvuca, além de contar com uma região de personalidade própria, bastante histórica, no qual nasceram os dois grandes times argentinos: Boca Juniors e River Plate.

É exatamente por isso que lá está um dos grandes cartões postais da cidade, o La Bombonera, um estádio e tanto para quem gosta ou não de futebol. Mais do que o esporte, por lá você também encontrará boa parte da história da região.

O bairro La Boca também abriga uma das áreas mais culturais da cidade, na qual a liberdade artística está nas ruas todos os dias: o Caminito.

Com ótimas opções de restaurantes e de bares e cafeterias, é nesta região que você poderá curtir boa parte do dia. Destaque para o El Obrero, um lugar para beber e comer muito bem, obrigado.

Há museus, fundações e muita área para explorar, o que resulta em um excelente lugar para ficar. Contudo, é preciso tomar cuidado com o cair da noite, pois em algumas partes o La Boca não é tão seguro, assim como o centro.

Considere sua segurança, antes de optar pelo La Boca.

Onde Reservar Passeios e Serviços com os Melhores Preços?

Organizando sua viagem para a Argentina? Quer economizar na compra de passeios incríveis?

A Civitatis é uma agência de viagens online especializada em passeios e experiências em diversas cidades do mundo todo – 100% confiável.

Além de oferecer centenas de ingressos diferentes (inclusive excursões GRÁTIS), ela consegue um preço único e abaixo do mercado para que você conhecer os principais passeios – com IOF incluso e cancelamento grátis até 48 horas antes da data marcada.

Para te ajudar, a empresa está com promoções relâmpago e com descontos específicos!

Atenção: se quiser garantir o seu desconto, não demore. A promoção irá terminar em 30 de setembro de 2020.

Clique no botão abaixo e reserve agora uma disputada entrada – sem ter que pegar fila na hora.

Qual é o melhor bairro para ficar em Buenos Aires?

Há pelo menos 6 bairros para ficar e curtir Buenos Aires: Recoleta, San Telmo, Palermo, Puerto Madero, Villa Crespo, Centro e La Boca. Cada um deles conta com suas respectivas personalidades, assim como defeitos.

Todos são excelentes para se hospedar.

Qual bairro mais chique de Buenos Aires?

Recoleta é um bairro nobre de Buenos Aires, sendo o mais chique da cidade, seguido por Palermo e San Telmo. Todos têm mansões e excelente infraestrutura de hospedagem.

Qual o bairro mais caro de Buenos Aires?

Por ser um bairro novo e planejado, Puerto Madero se tornou o bairro mais caro de Buenos Aires, com mansões e grandes apartamentos que abrigam celebridades e políticos.

Onde ficar Recoleta ou Palermo?

É muito difícil saber qual é o melhor bairro para se hospedar em Buenos Aires: Recoleta ou Palermo.

Ambos têm grandes atrativos, como a natureza, cultura e restaurantes, mas cada um tem sua própria personalidade. Por contar com mais atrativos, Palermo ganha.

Denis

Denis

Sou apaixonado por turismo e cinema, crítico de cinema e publiquei um livro sobre intercâmbio em Londres. Quer conhecer o mundo? Eu te levo!

Wow look at this!

This is an optional, highly
customizable off canvas area.

About Salient

The Castle
Unit 345
2500 Castle Dr
Manhattan, NY

T: +216 (0)40 3629 4753
E: hello@themenectar.com